• Rita Carvalho de Matos

A (perigosa) ratoeira do Multitasking


Correndo de risco de criar polémica, partilho hoje convosco que o Multitasking é uma ratoeira muito perigosa com inúmeros malefícios para a nossa alegria no trabalho (e na vida). E há dados que o comprovam. Afinal, parece mesmo que a habilidade de não conseguir fazer duas coisas ao mesmo tempo, é um ponto bem positivo. Vamos descobrir porquê.



Há 3 motivos principais para termos dias pouco produtivos, sobretudo no sul da Europa, onde esta cultura de trabalhar mais horas está tão distante duma maior produtividade e bem-estar:

  1. A ratoeira da Recompensa: aceito fazer determinada tarefa para obter um benefício que, provavelmente nem valorizo

  2. A ratoeira da Urgência: o piloto automático retira-nos a capacidade de diferenciar o que é urgente do que é realmente importante

  3. A ratoeira do Multitasking: vários estudos sobre produtividade demonstraram que o famoso multitasking reduz em 40% a nossa produtividade e consequentemente o nosso sucesso. Espantados?

É fácil de entender. Quando fazemos muita coisa ao mesmo tempo, repartimos a atenção do nosso cérebro por várias actividades às quais dedicamos menos qualidade do que dedicaríamos se estivéssemos focados nelas individualmente. Se há situações, sobretudo em actividades que exigem pouco envolvimento ou reflexão, em que nos sentimos a poupar tempo, noutras mais relevantes, o multitasking faz-nos fazer escolhas erradas e leva-nos a cometer mais erros. Com a prática, tornamo-nos mais reactivos e pensamos cada vez mais a longo prazo. E na verdade, este acaba por ser um escudo para quem tem mais dificuldade em estar focado.

Se se consideram um/a multitasker ou conhecem alguém que o é, sugiro que comecem por fazer uma lista das tarefas comuns em que esta característica não vos permite dar o vosso melhor e que experimentem escolher uma para a começarem a executar com atenção plena e sentirem todas as emoções incríveis de trabalhar focado, numa coisa de cada vez. Alegria e Produtividade são, afinal, dois excelentes objectivos para o nosso bem-estar, certo?


37 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo