• Rita Carvalho de Matos

Limpezas de Primavera

Primavera “rima” com Limpar, talvez porque ambas nos remetem para uma oportunidade de transformar, renovar e até mesmo renascer. Embora seja uma tradição mundial, a sua origem é relativamente desconhecida e dispersa. Fomos à procura de onde e como nasceu e deixamos aqui 4 conselhos simples para preparar, sem stress, a sua casa antes do Verão.

Há mais de 4000 anos, celebrava-se a passagem das estações e não o final do Ano. Na zona da Antiga Mesopotâmia, no Mediterrâneo, a “Festa da Passagem” representava o fim do Inverno e a chegada da Primavera. Com ela aumentava a taxa de sobrevivência devido à nova época de plantações. Muito dependentes da agricultura, na noite da primeira Lua Cheia da época das Flores, o povo festejava pedindo Abundância e Prosperidade. Esta celebração é hoje o “Nowruz” (Novo Dia) festejado no primeiro dia de Primavera. Para se prepararem para o feriado nacional mais importante, os iranianos começam semanas antes o “Khooneh TeKouni”, uma limpeza profunda do lar, fazendo juz a esta expressão iraniana que significa “Sacudir a Casa”.

Também os Judeus celebravam esta passagem por coincidir com o êxodo do Egipto, em que por falta de tempo na fuga, preparam pão sem fermento. Hoje, com a chegada da Primavera, limpam a casa com o objectivo de eliminar qualquer resíduo de alimentos fermentados.

Há 2500 anos, na China, a Dinastia Zhou, criou o ainda existente “Festival Qingming”. No seu início, era uma festa para os Imperadores e os mais afortunados apenas, em que com muita ostentação e luxo, prestavam homenagem aos mortos, várias vezes ao ano. Em 732, na Dinastia Tang, este Festival passou a ser apenas realizado no início de Abril e ainda hoje se mantém, sendo um dos mais importantes feriados. É também conhecido pelo dia da “Limpeza do Túmulos”. Limpam-se as campas, arrancam-se ervas daninhas, queimam-se incensos e, simbolicamente, até os bens de quem já partiu, impressos em dinheiro de papel.

Por fim, também no Ocidente, esta limpeza tem tradições que nos chegam do passado, e que se mantêm até aos dias de hoje. No Domingo seguinte à Lua cheia posterior ao Equinócio de Primavera, nos países católicos, os Homens limpavam o exterior da casa e as Mulheres o interior para que tudo estivesse perfeito para a visita do Senhor Padre. No Norte da Europa e nos EUA, a chegada da Primavera, permitia abrir as janelas para deixar sair o pó que se tinha acumulado no Inverno, numa altura em que ainda não existiam aspiradores.

Em todas estas histórias, das mais antigas às mais recentes, das que se baseiam em religião às que indicam que foi a História ou a Meteorologia a causa desta Tradição de “Limpeza de Primavera”, há um ponto em comum: a renovação do espaço para atrair Prosperidade, Abundância e Paz.

Falta pouco mais de um mês para o Verão, e o tempo em Portugal já nos fez abrir as caixas no fundo do roupeiro para tirar o fato de banho, descer à pequena arrecadação para procurar o chapéu de sol escondido atrás da árvore de Natal, e tentar descodificar qual a data de validade dos 3 protectores solares que viveram este inverno no armário da casa de banho.

Para viver este período, historicamente mágico, que é a Primavera, como um verdadeiro momento de transformação, sem stress, sem ter que virar a casa do avesso e sobretudo sem chegarmos exaustos ao Verão, seguem 5 conselhos simples para que a energia positiva inunde a sua casa e a sua vida.



1. Deixe o Sol entrar. As manhãs de Primavera têm um poder renovador. A sua casa esteve mais fechada nos últimos meses e precisa de ar a entrar para restabelecer os níveis de humidade, fazer circulá-lo em zonas de acesso mais difícil e renovar a energia. Aplica se na perfeição o sábio dizer “deixa sair o velho para o novo entrar”. Faça-o à medida que todos vão acordando, e mesmo que seja por curtos períodos antes de saírem de manhã.


2. Faça uma visita à sua casa. Pegue num papel, no telefone ou numa máquina fotográfica, convoque a família e vão visitar a vossa casa, exterior e arrecadação incluídos. Espreitem por cima de tudo, vejam todos os cantos, arrastem os móveis que forem mais simples, discutam sobre novas formas de arrumação olhando mesmo para os locais e itens em causa e anote tudo o que precisa dalguma intervenção para que a vossa casa seja um templo de harmonia para todos.


3. Crie um plano, defina prioridades e comece. Da vossa visita de estudo saiu uma bela lista de tarefas com coisas simples e outras mais complexas e até dispendiosas. Ordene por nível de execução, do mais fácil ou mais complexo. À frente de cada intervenção, comprometam-se com uma data (realista, e não há qualquer problema em ser para 2021.O importante é terem ganho consciência da necessidade e reflectirem sobre ela) e coloque o responsável pela sua conclusão (se viver em família, é bom delegar tarefas por todos. É um compromisso em que todos se sentem valorizados.). Guarde este “Acordo de Primavera 2019” no local visível e revisite-o, actualizando-o à medida que forem avançando. E comece já! Sempre pelo mais simples, como lavar os cortinados, trocar lâmpadas, aspirar os cantos mais escondidos e os rodapés, limpar a seco os edredons, virar colchões…



4. Dedique tempo a preparar o próximo Outono/Inverno. Se tem de dedicar um período do fim de semana a trocar a roupa de Inverno pela de Verão, invista o seu tempo para ter um Outono Feliz. Escolha a roupa que quer guardar e dê a que não usou, a que lhe está justa ou larga, ou a que já não gosta. Agora é o melhor momento para recordar as emoções que viveu no tempo frio e guardar o que sabe que vai usar outra vez. Se lhe fizer sentido, anote já o que precisa de substituir para aproveitar as primeiras promoções da coleção nova, mas descarte agora o que já não o satisfaz. E arrume como se fosse usar amanhã: lavado, engomado e no sítio certo. E não se esqueça, em Outubro, repita o processo com a roupa de Verão.


5. Pesquise: vai poupar tempo, dinheiro, o ambiente e aprender. Antes de se enfiar numa loja a comprar desengordurantes, antifúngicos e todos os produtos de limpeza milagrosos, mas nocivos para o ambiente e para a sua carteira, informe-se sobre as alternativas naturais e eficazes que tem ao seu alcance para que a sua casa fique um brinco. Peça conselhos aos mais velhos, à sua empregada, pesquise na net. Por exemplo, sabia que usar espuma de barbear nos espelhos da casa de banho não só limpa como evita que embaciem com facilidade? Ou que depois de tirar uma mancha no sofá (aplicando uma folha em plástico entre o forro e o tecido sujo), se passar com água e vinagre elimina qualquer cheiro residual? E ainda que a pasta de dentes é um incrível polidor?

109 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo