• Rita Carvalho de Matos

Vamos organizar a Cozinha para a época festiva!

É oficial: chegou o tempo de passar mais tempo em casa, com o forno ligado, os dias estão, outra vez, mais curtos e a Natureza está a deixar ir, suavemente, tudo o que não precisa. Os programas caseiros começam a ganhar espaço, como os almoços mais demorados em família ou os lanches que entram pela noite dentro. E a cozinha ganha um lugar de destaque. Não só para a confecção de tudo, mas também porque teima em assumir-se como um local de convívio durante a preparação. Para facilitar o “antes” e “depois” de tantos encontros gastronómicos, partilho 3 dicas para uma cozinha sempre fácil de usar e arrumar.







1. Bancadas sempre livres

Vamos começar por abrir a excepção para as máquinas mais pesadas e de utilização diária. Fora isso, tudo deve estar nos armários e nas gavetas. Já imaginaram o tempo que vão poupar em limpeza e preparação? E posso ainda acrescentar o tema da higiene e segurança: na bancada da cozinha há água e calor, que causam danos em tudo o que tocam. Um bom exemplo é o esfregão que precisa de secar completamente para evitar o ganho de fungos. Para isso, para além de o trocar com frequência, é importante pendurá-lo, colocá-lo no parapeito da janela ou debaixo do lava-loiças, mas longe de mais água.



2. A frequência de utilização dita a localização

Para quê ter numa gaveta acessível o quebra-nozes ou o “tira caroços” das cerejas, se só os usamos em meses muito específicos no ano? É fundamental que apenas o que utilizamos com frequência diária e na rotina familiar esteja ao nosso alcance, bem visível. Tudo o resto, como o serviço que vamos usar no Natal pode estar em locais de mais difícil acesso. Na verdade, qualquer refeição que requeira mais trabalho vai ter sempre, do nosso lado, mais tempo para ser realizada. Foquem a organização da cozinha na utilização dos dias “normais” …afinal sempre representam a maior parte da nossa vida.



3. A despensa é uma aliada

Ter uma despensa limpa e organizada é meio caminho andando para maior motivação e boas escolhas alimentares. Para quem tem crianças, é um óptimo primeiro exercício de autonomia para as estimular. Criar uma organização que sirva a todos é chave. Criar uma caixa/cesto de pequeno-almoço, outro para os dias de bolo, permite ter tudo à mão e ter um maior controlo quer de stock quer de validades.




Estas dicas são tão simples quanto transformadoras. E este mês é perfeito para experimentar fazer estas pequenas alterações. Vamos experimentar?

78 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo